Dica: Como montar um restaurante?

Dica: Como montar um restaurante?

December 11, 2017

 

Muitos desejam ingressar no mundo dos negócios ou já estão nele e desejam expandir, muitas vezes investindo em uma atividade diferente ou até mesmo em algo relacionado ao negócio atual. Uma das opções é abrir um restaurante, lanchonete, cafeteria ou outro negócio de alimentação.

Estabelecimentos como restaurantes são sempre necessários, pois vão ao encontro de uma das necessidades básicas do ser humano: alimentação. Entretanto, é preciso, antes de tudo, fazer um planejamento e seguir algumas etapas para que o empreendimento possa se viabilizar.

Seguem abaixo algumas dicas para que você tenha um roteiro inicial para realizar um plano de negócios para montar seu restaurante ou mesmo estruturar um novo serviço.

 

O roteiro é definido por 4 etapas:

- Planejamento

- Escolha do Local (O ponto)

- Formalização do Restaurante (Questões Legais)

- Mobiliários do Restaurante

 

 

 

Planejamento

 

 

Elabore um plano de negócio com o máximo de informações possíveis e assim prepare-se para empreender.  Existem muitos modelos e orientações sobre esse assunto disponíveis na internet, o Sebrae é uma boa fonte para consulta.

No plano de negócio você deve estimar seus custos fixos (aluguel, luz, água, telefone, funcionários (salários, encargos, benefícios), custos variáveis (como os impostos por exemplo), custo com os produtos que irá comercializar e, também, o faturamento. No site do Sebrae você encontrará boas informações:

 

http://www.sebrae.com.br/sites/PortalSebrae/artigos/como-elaborar-um-plano-de-negocio)

 

- Aprenda com empreendedores com mais experiência, converse com pessoas que tem negócios de alimentação.

 

- Pesquise sobre produtos, clientes, fornecedores, preços, oportunidades e  especialmente, conheça bem a sua concorrência, ou seja, os estabelecimentos de alimentação próximos do local onde você pretende instalar seu restaurante.

 

- Avalie as tendências de sua região em relação aos alimentos - inovações gastronômicas tendem a trazer maiores lucros e diferenciação, porém, verifique se os consumidores locais realmente desejam os produtos que você pretende vender.

 

- Lembre-se, além do investimento inicial, para montar o seu negócio, você deve ter um capital de giro adequado ao porte do seu negócio e uma reserva financeira que suporte nos primeiros meses. Provavelmente, você não vai iniciar faturando o necessário para cobrir todas as contas, você vai precisar de tempo para divulgar e tornar o negócio conhecido. Não é recomendado abrir um negócio se não tiver uma reserva financeira para arcar com os custos fixos, pelo menos durante 3 a 6 meses.

 

- Não se esqueça de investir em conhecimento e capital humano. Você precisa treinar a equipe de trabalho e para isso você pode utilizar-se de muitos recursos disponíveis gratuitamente. Para iniciar um programa de treinamento, você pode utilizar-se da cartilha de boas práticas (Verifique no link abaixo).

 

http://www.anvisa.gov.br/divulga/public/alimentos/cartilha_gicra_final.pdf

 

 

 

 

 

Escolha do Local (O ponto)

 

 

- Escolha um ponto estratégico, com grande fluxo de consumidores. Esse pode ser um fator essencial para garantir o sucesso do seu negócio. Uma boa opção é você procurar locais onde a oferta no segmento seja baixa e a demanda seja alta.

 

- Avalie bem a região e evite locais onde já existem muitas opções de restaurantes e estabelecimento de alimentação. Visite o local várias vezes, em dias e horários diferentes, para entender como funciona o movimento de pessoas, trânsito e vizinhança.

 

- Existem exceções como shoppings centers e outros locais que mesmo tendo muitos restaurantes, a concentração de consumidores gera uma demanda suficiente para todos os estabelecimentos.

 

- Sobre o atendimento, posicionamento e público do restaurante deve-se:

+ Definir o perfil do seu cliente, ou seja, público que deseja alcançar e, a partir daí, formatar o negócio e escolher o local onde vai instalar o restaurante, ou ainda, você pode formatar o negócio em função do ponto e público deste local. São duas formas diferentes de avaliar o negócio, mas em ambos você deve considerar o perfil do público, para alinhar o seu posicionamento - o cardápio (tipos de alimentos e preços), a arquitetura o restaurante (mobiliários e até a iluminação), entre outras.

 

+ Verificar se é uma área segura e de fácil acesso, tanto para motoristas – e neste caso, se tem estacionamento - quanto para pedestres. Imagine de onde virão as pessoas que frequentarão o seu estabelecimento. O que tem por perto? Centros comerciais com escritórios, empresas ou residências? Como são os hábitos destas pessoas em relação a alimentação? Suponhamos que você está avaliando um ponto para abrir um restaurante em uma área industrial, onde as empresas trabalham predominantemente de segunda a sexta, somente em horário comercial. A grande maioria das pessoas que trabalham nestas empresas são operadores de máquinas por exemplo – e estas empresas oferecem vale alimentação. Neste caso você deverá preparar-se para servir almoço, provavelmente à noite você não terá demanda e talvez não deva nem permanecer aberto. Algumas regiões industriais não têm nenhum movimento nos finais de semana, neste caso, você teria que avaliar se abriria o restaurante neste período. Você deverá preparar-se para receber o pagamento através de cartão (vale-refeição). Terá que estar preparado com o capital de giro necessário, uma vez que vai receber nas datas de pagamento das operadoras de cartão ou ainda arcar com o custo para antecipar estes valores.  Este é só um exemplo simples para ilustrar e reforçar sobre a importância de um bom planejamento com avaliação ampla de perfil de público, do ponto e posicionamento.

 

 

 

 

Formalização do Restaurante

 

Além de leis específicas sobre higiene e estrutura, o restaurante deve ter alvará da prefeitura, tendo assim seu funcionamento legalmente autorizado. Você deve consultar estes aspectos que podem apresentar pequenas variações nas diferentes cidades brasileiras.

Talvez um primeiro ponto a avaliar é se o zoneamento da localização do imóvel (endereço que você está avaliando) permite o funcionamento deste tipo de estabelecimento.

Você vai precisar também de um alvará de funcionamento e para isso, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) ou um órgão credenciado, fará uma vistoria no local para verificar se o estabelecimento cumpre os requisitos exigidos.

 

 

 

 

Normas específicas e boas práticas para serviços de alimentação

 

Existem normas e boas práticas para serviços de alimentação que devem ser observadas:

 

- Você deve estar atento e garantir processos adequados para toda a cadeia de manipulação, desde o recebimento e armazenamento dos produtos, até a exposição e distribuição, ou seja, até o momento de servir os consumidores.

 

- Os banheiros dos clientes e os vestiários dos funcionários devem estar sempre limpos e organizados e existem normas para a localização dos mesmos, que não podem ter comunicação direta com as áreas de manipulação e preparo dos alimentos.

A cozinha e os equipamentos devem ser mantidos sempre limpos e em bom estado de conservação.

 

- Para as atividades de limpeza e manutenção preventiva, recomenda-se fazer um procedimento padrão definindo uma escala indicando quem vai fazer o serviço, em quais dias e horários.

 

- Os profissionais devem estar todos adequadamente vestidos, usando uniformes e EPI’s (Equipamentos de Proteção Individual) específicos para cada função.

 

- Você deve garantir que o estabelecimento esteja livre de insetos, pragas e roedores. Para isso, existem programas específicos de dedetização, além de outros recursos como telas para portas e janelas e etc.

 

- As caixas d’água devem ser regularmente limpas. 

 

 

 

 

Mobiliários do Restaurante

 

 

- Um bom layout (disposição dos mobiliários), que garanta um fluxo adequado, uma boa apresentação dos produtos e conforto aos clientes é muito importante. A circulação dos clientes e dos funcionários deve ser avaliada.

 

- A decoração, as cores e acabamentos devem ser bem planejadas e 100% alinhado ao perfil dos seu público e posicionamento.

 

- As mesas e cadeiras devem ser resistentes! Mobiliários profissionais não são iguais aos que utilizamos em casa, devem ser mais resistentes.

 

- A exposição e distribuição, ou seja, a forma como você vai apresentar e entregar os alimentos e bebidas devem ser bem avaliados no layout. Talvez você utilize vitrines aquecidas, refrigeradas e neutras, ou mesmo balcões buffet, se os serviços forem do tipo “self-service”.

 

- Pense no local de armazenamento dos utensílios (pratos, talheres, etc) no salão, próximo as mesas, para facilitar o atendimento.

 

 

 

 

Com este artigo, esperamos que você tenha absorvido bastante informações com alguns pontos importantes para um bom ponto de partida e montar um plano de negócios.

Podemos lhe ajudar, também, a formatar um layout exclusivo das áreas de atendimento do seu negócio. Conheça nossa linha de produtos através do site www.allkit.com.br.

 

Compartilhar no Facebook
Compartilhar no Linkedin
Please reload

Posts Em Destaque

Viva Food: Boa alimentação, sabor e segurança nas refeições

July 1, 2020

1/10
Please reload

Posts Recentes